.

.

.

.

sábado, 1 de agosto de 2015

A CDU/PCP de Alpiarça demonstra estar mais preocupada com a propaganda política do que com os interesses reais da população

O que nos causa algum espanto e perplexidade é haver um empenho tão grande da parte do presidente da câmara e da própria empresa "Águas do Ribatejo" no realce das virtudes da empresa em certos meios restritos (reuniões e página da empresa na Internet) e, depois essa informação não chegar às pessoas interessadas.

Por: X. Frade
Não há dúvida de que estes papéis a justificar as contas da câmara e da cooperativa Agroalpiarça, que nos entraram pela casa dentro como pura propaganda política CDU, era uma coisa liminarmente desnecessária. Quando tanto se fala em contenção de despesas públicas, não tem cabimento esta "informação/propaganda" paga com o dinheiro dos contribuintes. A menos que a Câmara Municipal de Alpiarça nos diga que esta despesa foi suportada inteiramente pelo Partido Comunista Português e, aí, o caso muda de figura.
Como já alguém disse nestas páginas, isto é uma vergonha! A CDU/PCP Alpiarça com esta atitude, demonstra estar mais preocupada com a propaganda política do que com os interesses reais da população. Sobretudo com os interesses da população mais desprotegida. Vamos a um exemplo muito concreto, que será desenvolvido oportunamente neste jornal: A empresa "Águas do Ribatejo" depois de algumas chamadas de atenção, alterou de modo significativo, no início de 2015 as Tarifas Sociais para as famílias de baixos rendimentos. 
Pergunta-se: A Câmara Municipal de Alpiarça que tanto diz defender a população e ter até uma atenção especial, pelos economicamente mais débeis, informou através de infomail ou qualquer outro meio ao seu dispor, a população consumidora de água deste seu direito? A resposta é: Não! A "Águas do Ribatejo" informou os consumidores deste seu direito? Não!
Não divulgaram, não informaram porque isto não convém divulgar ou informar! Quanto menos consumidores carenciados souberem destas regalias melhor para esta empresa de capitais públicos! O segredo é, pelos vistos, a alma do negócio! O importante é que as entidades como a ERSAR saibam deste nobre gesto e, os consumidores a quem se dirige o gesto tenha o mínimo de informação acerca dos seus direitos.
Mário Pereira, tem orgulho na empresa "Águas do Ribatejo" e não se cansa de referir as virtudes desta empresa pública propriedade de sete municípios ribatejanos que, para além de apresentar a água mais barata das redondezas tem uma forte componente social expressa na redução ou isenção das tarifas fixas da água e saneamento, aos consumidores mais carenciados. Uma prática normal, diga-se, levada a efeito pela maioria dos fornecedores de água, gás e electricidade em todo o território nacional.
O que nos causa algum espanto e perplexidade é haver um empenho tão grande da parte do presidente da câmara e da própria empresa "Águas do Ribatejo" no realce das virtudes da empresa em certos meios restritos (reuniões e página da empresa na Internet) e, depois essa informação não chegar às pessoas interessadas. E as pessoas interessadas neste assunto, não são apenas as famílias carenciadas, são também aquelas que contribuem na sua factura para a efectivação destas regalias.
Independentemente dos argumentos que se possam esgrimir sobre o assunto, só cortando o mal pela raíz, eliminando de vez estes segredos de polichinelo, estas tácticas de meias verdades, de malabarismos, de vedetismos, de exibicionismos e ilusionistas de ocasião, poderemos alcançar uma verdadeira honestidade, honradez e transparência de actos públicos ao serviço das populações.
 
O resto é fanfarronice e politiquice barata!


4 comentários:

Anónimo disse...

Foi preciso ler este interessante artigo para saber que houve alteração na tarifa social da água. Fico muito admirado de estarmos em Agosto e tendo havido essa alteração em Janeiro ninguém ter informado o consumidor. Recordo ter visto uns desdobráveis juntos com a factura da AR mas falando apenas nos milhões investidos. Nunca vi qualquer referencia às tarifas sociais como seria normal. Como fez de resto a EDP a todos os seus clientes informando-os desse direito.
Vou aguardar então por mais notícias.

Anónimo disse...

Mas como podem os infomails ser pagos pelo PCP ou CDU se eles partem da câmara. É melhor não misturarem mais o que anda tão misturado. Vocês já se esqueceram o quanto o PS se serviu da câmara de Alpiarça quando lá esteve. Têm a memória muito débil.

António Jorge disse...

O sentido de voto é que vai ser soberano... Depois logo vemos...

Anónimo disse...

o sentido, é o voto ele mesmo que é soberano. Podem.se juntar à vontade com o PSD, CDS e TPA e agora o PRD que todos juntos não alcançarão a maioria sábia do povo Alpiarcense.