.

.

.

.

segunda-feira, 30 de junho de 2014

RESULTADOS OFICIAIS: ELEIÇÕES NA ARPICA

ELEIÇÕES NA ARPICA



COMUNICADO DA LISTA A

Realizaram-se no dia 28 de Junho de 2014 eleições para os corpos sociais da ARPICA, Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Concelho de Alpiarça.
Demonstrando uma consciência muito profunda do que estava em jogo nestas eleições os sócios da Associação compareceram em massa para expressar de forma livre e democrática o seu direito de voto, traduzido no seguinte resultado:

Votantes – 182
Lista A ----- 140
Lista B ------- 41
Nulos --------   1

A lista A, grande vencedora neste acto eleitoral, era encabeçada por:

Assembleia Geral – Victor Santos
Direcção -------------- Américo Abalada
Conselho Fiscal ----- Raúl Figueiredo

Depois de encerrados os trabalhos, a Lista A agradeceu a participação massiva dos sócios, o empenho dos corpos gerentes, do corpo técnico e dos funcionários na preparação e organização do acto eleitoral, e renovou ainda o compromisso de contar com todos para o progresso e desenvolvimento da Associação, tendo como preocupação fundamental a qualidade do serviço prestado aos seus utentes.

Saudações fraternas,
Os representantes da lista A


Reunião da Câmara Municipal de Alpiarça - 30 de Junho de 2014


REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALPIARÇA, REALIZADA A 30 DE JUNHO DE 2014, NOS PAÇOS DO CONCELHO

Estiveram presentes: Mário Pereira, Presidente; Carlos Pereira, João Arraiolos e Francisco Cunha, Vereadores. O Vereador Pedro Gaspar não esteve presente por razões justificadas.

FORAM TOMADAS AS SEGUINTES DELIBERAÇÕES:

Ponto - 1 Agradecimento sobre cedência espaço do “Parque do Carril”
Requerente: Casa do Benfica de Alpiarça
Conhecimento: Tomou-se conhecimento

Ponto - 2 Aviso sobre Condicionamento de Actividades de Uso do Fogo
Município de Alpiarça
Conhecimento: Tomou-se conhecimento

Ponto 3 - Plano de Transportes Escolares 2014/2015
Município de Alpiarça – Inf. Interna n.º 17/2014 Gabinete de Educação
Deliberação: Aprovado por unanimidade

Ponto 4 - Operação de destaque N.º 2/2014 
Emissão certidão nos termos do art.º 6º do RJUE – DL n.º 26/2010 de 30 de Março, do destaque de uma parcela de terreno, descrita na Conservatória do Registo Predial de Alpiarça, sob o n.º 8514 e inscrita na matriz predial urbana da Freguesia de Alpiarça, sob o artigo n.º 5679, sita na Rua 1º de Maio, em Frade de Cima.
Requerente: Maria Etelvina Raposo Gaudêncio
Deliberação: Aprovado por unanimidade


Ponto 5 - Licença especial de ruído, para a realização de um evento, na Quinta dos Patudos, Restaurante da Reserva Natural do Cavalo do Sorraia em Alpiarça, no período compreendido entre as 18h do dia 21 de Junho e as 02h do dia 22 de junho de 2014. 
Para o efeito solicitam isenção do pagamento de taxas.
Requerente: Fundação José Relvas
Ratificação: Aprovada por maioria, com abstenção do Vereador Francisco Cunha, que fez declaração de voto 

Ponto 6 - Licença especial de ruído, para a realização de um evento de Karaoke, na Rua Silvestre Bernardo Lima, n.º 210, em Alpiarça, no período compreendido entre as 21h do dia 28 de Junho e as 02h do dia 29 de junho de 2014. 
Requerente: Maria Prazeres Cruz Fitas Silva
Ratificação: Aprovada por maioria, com abstenção do Vereador Francisco Cunha, que fez declaração de voto 

Ponto 7 - Proposta para atribuição de subsídio no valor de 1000€ para apoio à compra de um trampolim para o Clube Desportivo “Os Águias” Secção de Ginástica
Município de Alpiarça – Proposta N.º 21 Vereador João Pedro Arraiolos
Deliberação: Aprovado por unanimidade

Ponto 8 - Hasta Pública para venda do direito de replantação de vinha com licença n.º 2717981, concedida pelo Instituto da Vinha e do Vinho, válida até 31/07/2016, com a área de 4,94ha.
Município de Alpiarça – Sr. Presidente, Dr. Mário Pereira
Deliberação: Aprovado por unanimidade



Ponto 9 - Hasta Pública para venda do direito de replantação de vinha com licença n.º 2717978 concedida pelo Instituto da Vinha e do Vinho, válida até 31/07/2016, com a área de 16,30ha.
Município de Alpiarça – Sr. Presidente, Dr.º Mário Pereira
Deliberação: Aprovado por unanimidade

Ponto 10 - Despacho sobre Nomeação do Comandante dos Bombeiros Municipais de Alpiarça – Hugo Filipe Aparício Teodoro
Município de Alpiarça – Sr. Presidente, Dr. Mário Pereira
Conhecimento: Tomou-se conhecimento

ADENDA À
12ª REUNIÃO DE CÂMARA MUNICIPAL DE ALPIARÇA, 

Ponto 1 – Proposta para emissão de parecer prévio vinculativo para celebração de contrato de aquisição de serviços de promotor cultural, na modalidade de avença, e respectiva autorização para assumir o compromisso plurianual.
Município de Alpiarça – Proposta n.º 22/2014 – Vereador João Pedro Arraiolos
Deliberação: Aprovado por maioria, com abstenção do Vereador Francisco Cunha

João Pereira, Miguel Arraiolos e João Silva chegam a Lisboa esta terça-feira


João Pereira, Miguel Arraiolos e João Silva chegam esta terça-feira à tarde de Chicago, EUA (18h05), onde competiram domingo na quinta etapa do Campeonato do Mundo de Triatlo World Triathlon Series (WTS).
O trio, acompanhados pelo técnico Lino Barruncho, parte esta segunda-feira de Chicago em direção ao aeroporto de Heathrow, em Londres (BA 296), viajando da capital inglesa para o aeroporto de Lisboa no voo BA 502, com partida às 15h25 de Londres e chegada prevista para terça-feira, dia 1, às 18h05.
João Pereira, recorde-se, conquistou a medalha de prata, atrás apenas do atual número 1 do ranking mundial, o espanhol, Javier Gomez Noya, e Miguel Arraiolos alcançou um relevante 12º lugar que lhe permite entrar no programa de preparação olímpica do Comité Olímpico de Portugal (COP). João Silva tem andado azarado e foi obrigado a desistir devido a problemas mecânicos na bicicleta.
«FTP»

PS: Congresso Extraordinário

Por: Miguel Sá Pereira
A concelhia de Ferreira da Zêzere, aprovou, por unanimidade um Moção a exigir a convocação de um Congresso Extraordinário antecedido de eleição directa do Secretário-Geral, o mais rapidamente possível. Assim passam a ser 11 Concelhias (num universo de 18 órgãos) a fazê-lo.

OPINIÃO: Seguro deixa apenas isto: terra queimada!

Por: Anabela Melão
Ouvi, entreabrindo já a boca de sono, uma coisita que Seguro veio agora a dizer, querendo apanhar o comboio para qualquer que sitio, excepto para o apeadeiro que é o que convém à sobrevivência do PS, sobre a renegociação da dívida: «Como é sabido há um consenso nacional e quem tem estado fora desse consenso é o Governo. Espero que o Conselho de Estado ajude e contribua para que o Governo entre para dentro deste consenso nacional e que possamos todos fazer o possível para aliviar os sacrifícios dos portugueses através de uma renegociação do pagamento da nossa dívida. Nós queremos pagar, queremos é melhores condições para o fazer». 
Evidentemente, engano seu, falácia sua, não existe qualquer «consenso nacional» sobre a matéria. Mas aquilo que houve de mais próximo, um verdadeiro consenso patriótico em torno da necessidade de reestruturar a dívida, foi o Manifesto dos 74. 
E convirá não esquecer que ToZé nem se deu ao trabalho de se pronuncair sobre o documento, talvez porque não tenho vindo directamente do Laboratório em que juntou os maiores idiotas do Rato, num esforço conjunto de parirem uma só ideiazita que fosse, para tuga ver. Álvaro Beleza falou em nome do partido - alguém fala sempre em nome de seguro dada a uma deficiência qualquer que lhe terá ficado de criança conhecida como "o gato comeu a língua - e, mostrando-se muito aborrecido com os seus subscritores, o mais que se lembrou foi o de lhes lhes fazer um convite jocoso de adesão ao Novo Rumo: «Podem inscrever-se». Foi a coluna vertebral do caracol - marca do mandato de seguro à frente dos ratos - que um dia finalmente abriu aos olhos ao séquito de hienas que o segue. Aguarda-se que seja esse mesmo séquito a devorar o falso herói que nada fez pela oposição, exponenciando a desgoveernação, o único lider do PS que sairá pela porta dos fundos - se é que ainda haverá porta quando sair, porque o homem adoptou como lema: que não fique pedra sob pedra qie não seja derrubada e depois é reconstruir. Se e como possível. Homens de palavra nunca foram capazes de dar palmadinhas nas costas e seguir em frente. Antes disso, muito terá de ser dito, muito terá de ser feito. Porque Seguro deixa apenas isto: terra queimada!

Américo Abalada é o novo presidente da direcção da Arpica


Américo Abalada é o novo presidente da direcção da Arpica – Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Concelho de Alpiarça – numa eleição que se realizou no sábado, 28 de Junho.Votaram 182 sócios, tendo vencido a Lista A, com 140 votos. Votaram na Lista B 41 associados. Houve um voto nulo. Victor Santos é o presidente da Assembleia-Geral e Raul Figueiredo é o presidente do Conselho Fiscal.

Ler mais em

OTL/CAF Verão 2014 - Visita ao Museu do Mar

As crianças que frequentaram a primeira semana do OTL/CAF Verão 2014 organizado pela Câmara Municipal de Alpiarça visitaram o Museu do Mar, em Cascais.



«CMA»

FERNANDO LOURO: Esclarece o que se passou na Assembleia Municipal

ASSEMBLEIA MUNICIPAL


Na noite da passada 6ª feira teve lugar uma reunião da Assembleia Municipal que tive a honra de presidir. Foi uma noite longa e dura, com debate intenso.
Surpreendeu-me a relevância que se está a dar ao facto de eu, em determinado momento ter-me oposto ao Presidente da Câmara Municipal, que terá falado sem para isso estar autorizado.
Fiz isso em diversos momentos, relativamente ao Presidente da Câmara, aos Vereadores, e aos Deputados Municipais. No calor do debate acontecem sempre episódios destes. Nada de mais. Faço isso muitas vezes durante a noite. É a minha função gerir o funcionamento da Assembleia Municipal da maneira que melhor sei, procurando ser o mais isento possível.
O que me surpreende é a surpresa manifestada por muita gente perante uma ocorrência normal numa assembleia, o Presidente mandar calar alguém que não foi autorizado a falar. Aconteceu nesta Assembleia, já aconteceu em anteriores e irá acontecer em futuras.
Continuo a surpreender-me com os comentários que vão surgindo, nomeadamente, com suposições que irei ser punido pela CDU, que criei inimigos, e com a esperança oculta e manifesta, que irei ser neste mandato uma espécie de oposição interna ao mandato da CDU, como aconteceu em mandato recente, etc etc.
Lamento, mas desiludam-se. Da parte da CDU, apenas me pediram que procurasse ser isento e nunca me foi feito qualquer outro tipo de exigências ou imposições.
Com a minha idade e o meu percurso pessoal e profissional, não iria permitir que isso acontecesse, tal como não aconteceu.
Por isso me sinto bem, confortável, neste cargo para que fui eleito através da lista da CDU, e quero manifestar a minha total solidariedade para com esta coligação com quem me sinto identificado.
Relativamente aos acontecimentos da Assembleia Municipal, obviamente que procurarei impedir o uso da palavra de todos os que procuraram falar sem para isso estarem autorizados, repito, de todos.
Mas quero dizer que entendi a revolta e a indignação do Presidente da Câmara ao querer usar da palavra depois das declarações de voto do Deputado Mário Santiago.
Este Deputado usou abusivamente a figura de “Declaração de Voto” que, como todos sabemos serve para justificar o sentido do nosso voto, explicar porque se votou daquela maneira.
Mas não, o Senhor Deputado usou essa figura para formular questões, que não fez no período normal do debate, sabendo que dessa maneira impediria o Presidente da Câmara de responder.
Esta atitude habilidosa e desleal do Deputado Mário Santiago indignou o Mário Pereira, Presidente da Câmara Municipal, que não resistiu em tecer alguns comentários.
Eu entendi esses comentários, entendi essa indignação, mas fiz o que entendi dever fazer naquele momento. Assim como estou certo que o Presidente da Câmara entendeu a maneira como eu agi.
Ridículo pensar que a amizade e a solidariedade que existe ente nós, pudessem ser beliscadas por esta ocorrência.
Admito que eu próprio também fiquei surpreendido com estas falsas declarações de voto do representante da coligação do PSD/MPT, porque num primeiro momento penso sempre que as outras pessoas estão a agir com a mesma correcção e lealdade que eu procuro usar nas minhas intervenções. Mas não, depois verifico que isso não acontece. E ainda se consideram muito espertos por isso. 
Irei procurar estudar e reflectir sobre estas falsas declarações de voto, e outras habilidades, e agir em conformidade no futuro, sempre em defesa da dignidade deste órgão do poder local que se chama Assembleia Municipal.
Mas volto a apelar para que, definitivamente, deixem de praticar estas e outras habilidades na Assembleia Municipal, e que, com seriedade, se limitem ao debate político, cumprindo as regras da Educação, do Regimento e da Lei.
Tenho toda a consideração pessoal por todos os deputados municipais, sem excepção, mas chegou o momento de dizer basta. Já não há paciência.
O mandato que nos foi dado pelo povo de Alpiarça merece mais respeito.
As pessoas que me felicitam, e que criticam o comportamento do Presidente da Câmara, mas que não tecem críticas ao comportamento provocatório do Deputado Mário Santiago, a meu ver, carecem de isenção e rigor.
Até porque muitos me felicitam por eu neste caso que envolve o Presidente da Câmara ter procurado cumprir com o regimento, mas paradoxalmente, muitos dos mesmos me criticam, por eu fazer cumprir o mesmo Regimento e a lei, não permitindo que os Vereadores falem indevidamente.
Vamos lá entender.
Mas eu entendo. Entendo bem. 
Um abraço a todos
Fernando Louro

Aos fornecedores e donos das casas dos outros

Por: Isabel Faria

"Acabei de enviar à EDP, à EPAL, à Galp, à Nos (esta última eu nunca tive o prazer de assinar nada com ela, mas fui informada que agora era cliente e quem sou eu para discutir e ser ouvida nestas coisas...), e, finalmente, ao Santander, o seguinte email. 

Caros fornecedores e donos da minha casa:

Eu sei que devia ter dinheiro para honrar os meus compromissos com V.Exas, mas este mês a coisa está particularmente complicada. Estava a fazer conta que o Ministério das Finanças e o Fisco me pagassem o dinheiro que eu lhes emprestei durante um ano inteiro (o que me roubaram sei que não me devolverão) e que está contabilizado e, supostamente, à espera de ser dada ordem de pagamento desde o dia 7 de maio, isto é, há quase 60 dias, e decidi pagar umas dividas (tento ser de boas contas eu, e as dividas não são para adiar, são para pagar, assim que presumimos ter folga financeira para isso) e fiz uma extravagancia, da qual me penitencio mas que agora já não posso anular: comprei um vestido que me custou 14 euros e, armada ao pingarelho, vesti-o logo e tirei a etiqueta...
Assim sendo, e para não entrar em incumprimento, solicito que enviem as facturas deste mês para uma destas moradas:

- Autoridade Tributária e Aduaneira
Rua do Comércio n.º 49
1149-017 LISBOA

- Ministério das Finanças
Avenida Infante D. Henrique, 1
1149-009 Lisboa 

Ou, em caso de não obterem resposta, directamente para Sua Exa. o Sr. Primeiro Ministro ou Sua Exa. o Sr. Presidente da República (favor ver morada no Google)..

Se isto tivesse acontecido há dois meses, e caso estivessem mesmo desesperados, poder-vos-ia aconselhar a contactar directamente qualquer um dos membros da Troika, mas isso agora já não faz sentido que eles já se foram embora.

Gostaria de salientar que o dinheiro que lhes emprestei é mais que suficiente para pagar todas as despesas deste mês e, caso consigam libertar a totalidade do montante que eles me devem, assim tipo em tempo decente de quem deve tem que pagar, ficar-vos-ei imensamente grata e no próximo mês, quando chegar a hora dos vossos pagamentos, poupar-vos-ei aos impropérios com que vos costumo brindar mental e mensalmente.

Com os meus melhores cumprimentos

Fernando Louro é uma pessoa pacífica e tolerante


Tenho acompanhado os rounds entre Mário Santiago e Mário Pereira desde os tempos em que ambos estiveram sob a mesma bandeira. Agora mais este episódio que deu origem a uma tomada de posição por parte de Fernando Louro presidente da Assembleia Municipal.
Que os dois Mários brinquem aos cowboys, porque são jovens, têm ambições políticas, é uma coisa. Agora, Fernando Louro com a sua vetusta idade ser desrespeitado pelo presidente da Câmara ou qualquer outro eleito estando no uso das suas funções, é outra. Sabemos que Fernando Louro é uma pessoa pacífica, tolerante e que quer levar as coisas na boa mas, não abusem! A paciência tem limites. É que quando as coisas passam das marcas, o mesmo é dizer do razoável, depressa lhe chega a mostarda ao nariz e, é o cabo dos trabalhos!
Conheço bem o Fernando Louro. Tenho a certeza que ele continua a defender determinados princípios e valores, tendo em conta os compromissos com a CDU. Assim como tenho a certeza que ele continua a advogar que ser INDEPENDENTE é não ficar incondicionalmente refém seja de quem for.
Há compromissos e há regras que não podem ser desrespeitadas.
Vamos continuar a acompanhar com toda a atenção o desenrolar dos acontecimentos

Noticia relacionada:
"MÁRIO PEREIRA/ MÁRIO SANTIAGO: Encontros de ‘alto ...": 

12º lugar dá a Arraiolos entrada no programa olímpico do COP


O 12º lugar de Miguel Arraiolos na quinta etapa do Campeonato do Mundo de Triatlo, que decorreu este domingo em Chicago, EUA, vai permitir ao jovem atleta entrar no projeto de preparação olímpica do Comité Olímpico de Portugal (COP), tendo em vista o Brasil 2016. João Silva está definitivamente em maré de azar: não terminou a prova devido a problemas mecânicos com a sua bicicleta.
Em relação a Miguel Arraiolos, o jovem atleta de 25 anos vai passar a ter o apoio do Estado na preparação olímpica, depois do seu melhor resultado de sempre numa etapa da prova maior do triatlo mundial.
Miguel Arraiolos foi o 37º atleta a sair da água, mas foi recuperando lugares ao longo da prova, na distância olímpica – que se realizou com uma temperatura a rondar os 30 graus e uma humidade de 67% - terminando em 12º lugar, com o tempo de 01:49:09 horas.
Com este resultado, o atleta do Benfica subiu do 63º lugar do ranking WTS, com que terminou 2013, para o 34º lugar e contribuiu, de forma muito importante, para que a presença de três atletas masculinos (número de vagas máximo para Portugal nos homens) nos Jogos Olímpicos do Brasil se torne uma realidade.
Este ano, nas quatro etapas em que competiu do Mundial, não terminou em Auckland, foi 47º lugar em Auckland, 26º em Londres e agora 12º.
«FTP»

EDP coloca Fisco em Tribunal para pedir uma indemnização de 1,4 milhões de euros


 
A EDP decidiu colocar a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) em tribunal, com o objectivo de ser ressarcida por ter sido obrigada a apresentar garantias bancárias para poder receber o reembolso do IVA.
A notícia é avançada pelo jornal Público, acrescentando que a exigência da parte da Autoridade Tributária e Aduaneira terá levado ao atraso do reembolso, razão pela qual a EDP terá exigido ser ressarcida dos prejuízos daí decorrentes.
Ainda de acordo com o jornal, os factos remontam ao ano de 2011 e terão levado a eléctrica portuguesa a exigir uma indemnização ao Estado português na ordem dos 1,4 milhões de euros.
«dd»

domingo, 29 de junho de 2014

PS/Alpiarça: "o melhor caminho para atingir o objectivo"

Manuel José Raposo (militante em Alpiarça)  
 Apoio o António Costa porque, considero que nesta altura é o melhor caminho para atingir o objectivo que me levou a filiar no PS em 1975: Socialismo Democrático.
Nessa época era pratica geral nos países do norte da Europa, e que tão grande serviço prestaram à democracia Europeia, à liberdade e à prosperidade desses Povos.
«De: 'Alpiarça Está com António Costa'

AVISO: CONSTRANGIMENTOS E CORTES NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA EM ALPIARÇA


A Águas do Ribatejo informa que devido a uma intervenção para ligação à nova conduta no âmbito da obra em curso em Alpiarça, são previsíveis constrangimentos e cortes, no abastecimento de água, na segunda-feira, 30 de junho, nos seguintes horários e locais:
segunda-feira, 30 de junho, das 08h30 às 13h00
Ø Zona Industrial de Alpiarça
Ø Rua Pinhal da Torre
Ø Troço da Rua José Relvas (lado direito sentido Vale Cavalos a seguir à venda da fruta)
Ø Troço da Rua Pedro Álvares Cabral (a partir do cruzamento com Rua Valdaque até á zona Industrial)

Prevemos que a normalidade será restabelecida antes das 14h00.

OPINIÃO: E o circo continua, apesar das feras já não obedecerem ao domador

Por: L.D.I.

O Santiago descobriu mais uma maneira de enervar o Mário Pereira. Agora resolve votar contra porque sim, sem questionar absolutamente nada ao Executivo e depois, usando da prerrogativa da declaração de voto no final da votação, diz que não ficou suficientemente esclarecido, apesar dos esclarecimentos do Executivo.
Perguntar-me-ão se isto é normal? Na minha modesta opinião, é perfeitamente normal, pode é não ser habitual, cá por Alpiarça. 
Todos os deputados podem fazer declaração de voto, é do Regimento, têm 3 minutos cada um para o fazerem, se não o fazem é porque não querem. O deputado pode não ter feito perguntas, mas um colega de bancada, tê-las feito por ele. Alguém acredita que todos os deputados votam completamente elucidados? E como impedir que o Santiago faça sempre isto a partir de agora só para chatear?
É regulamentar!
Mário Pereira, provavelmente pensando que estava a dirigir a reunião de Câmara, resolveu comentar todas as declarações de voto do deputado Santiago e já tinha feito coisa semelhante com o deputado Ramalho. Tentando ser imparcial e isento, Fernando Louro, presidente da mesa da assembleia, fez calar o Presidente da Câmara, Mário Pereira, argumentando que, de acordo com o regimento, a nenhum eleito presente na assembleia é permitido responder a uma declaração de voto.
E claro, perante a desobediência clara do presidente da câmara, o presidente da Assembleia Municipal, levantou a voz e disse: “Não pode falar! Não lhe dou a palavra!” … “As regras são para ser cumpridas por todos os eleitos” - terá concluído o presidente da mesa, não sem antes ter dito, que assim estavam a tornar o trabalho dele impossível.
Mas esta desobediência cega do Presidente da Câmara, às reiteradas ordens de "caluda" do Presidente da Mesa, vão ter consequência graves futuramente.
É que não mais as feras obedecerão ao domador, se é que me faço entender. 
E o circo continua!
Vamos ver as consequências futuras para o Prof. Louro que até é Independente…
Noticia relacionada:

Reunião marcada por Rosa do Céu gera confusão no PS de Alpiarça


O presidente do secretariado do PS de Alpiarça desmarcou uma reunião que tinha sido convocada pelo presidente da assembleia de militantes do partido, Joaquim Rosa do Céu, que foi presidente da câmara local. A reunião estava marcada para este sábado mas o presidente do secretariado, Miguel Sá Pereira, refere que a mesma foi convocada à revelia do secretariado e apenas foram convocados alguns militantes.
Miguel Sá Pereira refere que Rosa do Céu o devia ter contactado porque é ao presidente do secretariado que compete enviar as convocatórias aos militantes. 
Ler mais em

MÁRIO PEREIRA/ MÁRIO SANTIAGO: Encontros de ‘alto risco’

Mário Pereira
Mário Pereira não esquece as discussões e ataques que teve, e sofreu, com o antigo presidente da Assembleia Municipal;
a CDU não perdoa a Mário Santiago a desobediência que teve para o colectivo quanto foi este que o escolheu para o mais alto cargo político de Alpiarça.
Mário Pereira como ‘dono da verdade’ que se acha e politico astuto que é sabe muito bem que foi desautorizado, algumas vezes, por um presidente da Assembleia Municipal que acabou o seu mandato em ‘águas turbulentas’ com um percurso um tanto ou quanto rocambolesco porque desejava a todo o custo voltar a ocupar a cadeira central do poder em representação do movimento TPA;
Mário Santiago  continua a viver na ilusão de que um dia ainda volta a ser quem foi para não conseguir enxergar que: por causa da sua ambição e das marcas negativas que deixou dificilmente virá a ser presidente da Assembleia Municipal.
Nos poucos momentos que permitem estas duas figuras estarem juntas no mesmo espaço o edil não quer perder oportunidade alguma para apregoar aquilo que não esquece   e direcionar   algumas ‘farpas’ para quem considera que foi um ‘traidor’ para com a CDU e o seu eleitorado.
Mário Santiago continua com dificuldades em aceitar a sua derrota vinda dos resultados eleitorados e sempre que pode quer mostrar em ‘local de sede’ que ainda tem voz mesmo que saiba no seu intimo que as suas palavras se perdem no vento como a sua credibilidade politica já foi ‘chão que deu uvas’.
Mário Santiago
Não perdoa a Mário Pereira de continuar a ser presidente da autarquia e ele não passar de um modesto deputado de um movimento, em minoria,  que quase nenhuma influência tem nas bancadas da política local
As oportunidades fantasiosas da criação do Observatório de  Astronomia já se foram para Mário Santiago como a teimosia de argumentar para além do tempo determinado continuará a existir com Mário Pereira ao mostrar que a sua posição presidencial é uma ‘patente’ e ser mandado calar porque quem lhe está ‘acima’ hierarquicamente, mesmo que seja da sua cor politica, é algo que não lhe agrade porque o incomoda muito.
Nem sempre a razão do presidente lhe permite compreender que a tolerância tem um limite e daqui sempre que estão presentes os dois em debate os encontros são de ‘alto risco’ porque os perdedores nunca gostaram de se confrontar com os vitoriosos.

Por António Centeio/JA

ÁGUAS DO RIBATEJO INAUGURA UNIDADE DE ATENDIMENTO EM ALPIARÇA


A nova Unidade de Atendimento Comercial (UAC) da ÁGUAS DO RIBATEJO, em Alpiarça, será inaugurada no dia 5 de julho de 2014, às 10h00. O espaço situa-se na Rua Duarte Governo em frente ao Posto de Turismo de Alpiarça.

O concelho de Alpiarça vai ter um novo e moderno espaço para clientes e utilizadores da Águas do Ribatejo. A Unidade de Atendimento Comercial está localizada no centro de Alpiarça, junto das Finanças e do Gabinete de Apoio ao Munícipe.
Numa zona de fácil acesso e com estacionamento, a unidade melhora de forma significativa as condições dos clientes e utilizadores dos serviços, com mais privacidade, comodidade e conforto. A UAC foi adaptada para receber pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida.
Os colaboradores da empresa também passam a ter melhores condições para a realização das suas tarefas com um espaço de apoio que complementa a zona de atendimento.
Na imagem da nova unidade predominam os tons de azul e verde associados à água e ao ambiente, e que conferem um ambiente de tranquilidade.  A AR mantém a tendência para a uniformização dos espaços de modo a vincar a marca.
A UAC da ÁGUAS DO RIBATEJO funcionou durante quatro anos  num espaço cedido pela Câmara Municipal de Alpiarça a quem agradecemos todo o apoio concedido neste período.
A ÁGUAS DO RIBATEJO possui neste momento 8 Unidades de Atendimento Comercial nos concelhos de Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos e Torres Novas.

Nas unidades de atendimento os clientes podem tratar de todos os assuntos que se prendam com o seu relacionamento com a ÁGUAS DO RIBATEJO. Podem solicitar a ligação de ramais de água e águas residuais, pedir pareceres e orçamentos, realizar contratos de fornecimento dos serviços, pagar faturas e solicitar todo o tipo de esclarecimentos. Como alternativa a ÁGUAS DO RIBATEJO disponibiliza um balcão virtual no seu sítio em www.aguasdoribatejo.com, disponível 24 horas por dia.

Roaming de dados: Preços descem mais de 50% a partir de julho


Carregar dados ou navegar na Internet a partir de julho vai ser 55,5% mais barato no espaço da União Europeia. Num ano as tarifas reduzem de 45 cêntimos por MB, para 20 cêntimos por MB, diz a Comissão Europeia.
Desde 2007 que a Comissão Europeia tem vindo a impor descida das tarifas de roaming no espaço da União, com vista à criação de um mercado único de telecomunicações tal como foi proposto no documento, já aprovado pelo Parlamento Europeu, Europa Conectada, pela Comissária Neelie Kroes. No âmbito desta proposta, os operadores deixarão de cobrar tarifas de roaming até final de 2015.
"Esta enorme descida das tarifas do roaming de dados fará grande diferença para todos nós este verão", diz Neelie Kroes. "Mas não chega. Qual o sentido de pagar pelo roaming num mercado único? Espero que, até final do ano, seja possível chegar a acordo quanto à eliminação total destes encargos - o Parlamento já fez o que lhe competia, cabe agora aos Estados-Membros a última palavra!", lembrou a comissária responsável pela Agenda Digital.
Os preços (sem IVA) de fazer chamadas (-21%, para 19 cêntimos por minuto), para receber (-28,5%, para 5 cêntimos/minuto) e enviar um SMS (-25%, para 6 cêntimos) fora do país de origem também recuam a partir de julho.
«DV»

PS/ALPIARÇA: O porquê de um apoio

Por: Paulo Espírito Santo

O meu apoio ao nosso camarada António Costa deve-se ao reconhecimento das suas qualidades politicas, da sua postura pública, da sua combatividade e assertividade em defesa dos valores, em que eu também me revejo.
O meu apoio já vem dos tempos em que, de forma imaginativa chamou a atenção para a Calçada de Carriche, aquando da sua candidatura à Câmara de Loures.
Nunca se furtou a lutar por aquilo em que acredita, mesmo quando as hipóteses de vitória não eram as melhores.
Quando, há já algum tempo, o camarada António Costa demonstrou o seu desagrado pela liderança atual sentiu-se, se bem que por breves momentos, uma esperança de renascimento do PS. Esta esperança não vinha somente de militantes, alguns deles com responsabilidades, quer no âmbito social como no sindical, como também de simpatizantes, do chamado “homem da rua”.
Desde que o camarada António Costa apresentou a sua candidatura a minha vontade de militar no PS foi renovada. 
Como este texto foi escrito no dia 26/06/2014, não posso deixar de ficar indiferente ao que se tem passado em torno da candidatura do Camarada António Costa. A manifestação “popular e espontânea” que presenciada por todos nós à saída da CN foi demonstrativa do desnorte, em que a “entourage” do atual Secretário Geral, se encontra. Ainda hoje temos as noticias da tentativa de “chapelada” eleitoral que se preparava.
«Alpiarça Está Com António Costa»

Mais uma sessão da Assembleia Municipal envolvida em discussão

Por: R.Y.
Conforme informação pública a que este jornal fez eco, decorreu ontem dia 27.06.2014, mais uma sessão da Assembleia Municipal no auditório dos Paços do Concelho que começou por volta das 21:30 e entrou madrugada dentro, tendo terminado cerca das 03:00 da manhã de sábado.

A sessão, com os pontos em agenda, decorreu com a esperada normalidade até ao primeiro intervalo que aconteceu pela meia-noite.

O verniz terá estalado depois do intervalo e no decorrer dos trabalhos, entre o deputado Mário Santiago eleito do TPA e o Presidente da Câmara, Mário Pereira da CDU.
Mário Santiago referiu o facto de o presidente ter feito declarações públicas em que defendia a opção da Câmara Municipal, pela empresa de auditoria em funções, não por ser o serviço economicamente mais vantajoso para a Câmara mas, e sobretudo, por uma questão de confiança. 
Mário Santiago lembrou que as auditorias devem ser isentas e rigorosas nas suas análises e não podem nem devem depender de confiança política ou outra.
Mário Santiago terá votado “contra” algumas propostas e usado o direito da DECLARAÇÃO DE VOTO, uma prerrogativa regimental, para lançar algumas farpas sobre a CDU. Mário Pereira não gostou, e contra as normas do regimento municipal, ripostou de imediato ao deputado, dizendo que era um aproveitamento e deslealdade política o que estava ali a acontecer.
Em consequência e para fazer cumprir as normas regimentais, Fernando Louro, presidente da mesa da assembleia, fez calar o Presidente da Câmara, Mário Pereira, argumentando que, de acordo com o regimento, a nenhum eleito presente na assembleia é permitido responder a uma declaração de voto. Perante a insistência reiterada do presidente da câmara, que tentava lavar a honra da CDU, o presidente da Assembleia Municipal, levantou a voz e disse: “Não pode falar! Não lhe dou a palavra!” … “As regras são para ser cumpridas por todos os eleitos” - terá concluído o presidente da mesa.
Mário Pereira, no decorrer da sessão terá ainda sido admoestado pelo deputado do PS Fernando Ramalho, lembrando ao edil que, nos termos do regimento, o presidente da câmara deverá apenas responder às perguntas objetivas dos deputados e não divagar por outros assuntos como se estivesse num comício da CDU.
À saída comentava-se a mão de ferro e a coragem do Presidente da Assembleia Municipal, Fernando Louro (independente) por ter feito calar o Presidente da Câmara, Mário Pereira, ambos eleitos pela CDU.
Um munícipe terá mesmo exclamado: ”Assim mesmo é que é! Cada galo manda na sua capoeira!”

PS/ALPIARÇA: O Secretariado de Alpiarça mantém-se firme na defesa da participação ativa de todos os militantes

Por: Miguel Sá Pereira
O Secretariado de Alpiarça mantém-se firme na defesa da participação ativa de todos os militantes exigindo que a Assembleia Geral de Militantes seja convocada para nova data uma vez que a convocatória anterior, feita por pelo presidente da assembleia Geral, não chegou ao conhecimento de todos os militantes.
Esperamos pois que o bom senso impere e a mesa da Assembleia Geral respeite os militantes e não insista na realização hoje para a qual muitos militantes não foram convocados

sábado, 28 de junho de 2014

14.ª Edição de Conversas de Cá convida Elisa e Graça Simões



 A Biblioteca Municipal Ruy Gomes da Silva na Chamusca recebe a 14.ª edição de “Conversas de Cá... com sabores”. A iniciativa decorre na Sala Polivalente da Biblioteca, no próximo dia 5 de julho, pelas 15h30.
“Conversas de Cá… com sabores” vista a história caricata da família Simões que tem dedicado a sua vida à confeção de doces tradicionais, apurando sabores e transmitindo saberes, contribuindo desta forma para a valorização e divulgação dos doces mais significativos do concelho da Chamusca.
Elisa e Graça Simões são duas das doceiras chamusquenses que mais ajudaram na promoção do concelho da Chamusca além fronteiras. Representaram o Ribatejo, a pedido da Região de Turismo do Ribatejo na Feira de Gastronomia de Poitiers, em França. O Embaixador de Portugal no Vaticano, foi, durante muitos anos, cliente assíduo da doçaria da Família Simões.

Convivio na Casa dos Patudos

O convívio anual do departamento CSHumanas do AEAlmeirim, Almoço requintado no "Cavalo do Sorraia", palestra sobre o "dito cavalo" e visita superiormente guiada pelo conservador ao Museu José Relvas - Casa dos Patudos, Dr. Nuno Prates. Dia bem passado, iniciativa a repetir sem dúvida

Casa dos Patudos

GINÁSTICA DO CD "OS ÁGUIAS"


«CMA»

CONVÍVIOS DE PESCA INTER-AUTARQUIAS


Dois Convívios de Pesca Inter-Autarquias decorrem nos dias 5 e 12 de julho no Rio Sorraia, em Coruche. Esta iniciativa proporciona o contacto com o espelho de água e destaca as melhorias significativas verificadas no Rio Sorraia, com mais variedade e maior quantidade de peixe, após a entrada em funcionamento das Estações de Tratamento de Águas Residuais. As obras realizadas pela AR e pelo Município de Coruche,contribuíram para a melhoria do rio e das suas margens, sendo hoje um espaço de qualidade para a prática de desporto e o contacto com a Natureza.
Os convívios de pesca desportiva vão reunir dezenas de pescadores em representação dos municípios e das empresas municipais da região, incluindo a Águas do Ribatejo.
Os eventos são organizados pelo Centro de Cultura e Desporto do Pessoal do Município de Salvaterra de Magos e pelo Centro Social do Pessoal da Câmara Municipal de Coruche e “pretendem estimular o convívio e a sã camaradagem entre os trabalhadores”.
O apoio da AR insere-se no âmbito da responsabilidade social da empresa para com as associações e instituições que operam na região onde asseguramos o abastecimento de água e o tratamento do saneamento.

Empresas devem mais de 800 milhões em impostos


Durante os primeiros seis meses do ano, a Administração Tributária já chamou quase 54 mil administradores para pagar dívidas das empresas que gerem com o seu próprio património, avança o Diário Económico. O valor em dívida, na sua maioria referente a impostos como IRC e IVA, ascende a 838 milhões de euros.
838 milhões de euros é este o valor devido por 54 mil administradores de empresas portuguesas relativamente a montantes ainda por cobrar de IRC e IVA.
Segundo explica o Diário Económico, citando o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, entre janeiro e início de junho, foram já desencadeados mais de 160 mil processos de reversão, ou seja, de responsabilização dos gestores de empresas pelas dívidas das mesmas.
“Tem vindo a ser intensificada a eficiência do sistema de cobrança de dívidas em execução fiscal, mediante a utilização das novas tecnologias. É tanto mais eficiente quanto maior for a sua capacidade para executar as dívidas fiscais das empresas e para responsabilizar os respetivos administrados pelas dívidas da empresas (…) o sistema de cobrança está mais eficiente”, atira o secretário de Estado Paulo Núncio em declarações ao Diário Económico, garantindo que este facto faz com que aumente “concorrência leal entre os agentes económicos e a responsabilização efetiva dos incumpridores”.
Por fim, de referir que desde 2010 as reversões já ascenderam a 5,7 mil milhões de euros sendo que durante a estadia da troika em Portugal este valor totalizou 4,5 mil milhões, implicando a responsabilização de mais de 135 mil gestores.
«NM»

Cavaleiros do Céu chegam a Portugal para promover batismo de voo a 200 crianças especiais


O Rotary Club de Crécy-en-Brie e o Lions Club de Montfermeil Coubron juntaram esforços para trazer a Portugal um evento único essencialmente destinado a crianças especiais, com problemas de saúde. A iniciativa Cavaleiros do Céu tem como objetivo oferecer uma experiência e um dia de sonho a 200 crianças, proporcionando-lhes um Batismo de Voo.

O encontro vai decorrer no próximo dia 28 de junho, no Aeródromo de Fátima e, vai também contar com a presença dos artistas Tony Carreira e Nel Monteiro que apadrinham a iniciativa. Os músicos estarão presentes e prometem alegres momentos de convívio com todos os envolvidos, sendo possível as crianças tirarem fotografias e pedirem autógrafos.

Será um sábado especial para muitas crianças com deficiência, que terão a oportunidade de realizar o seu “Sonho de Criança”, viver muitas emoções e desfrutar de um dia diferente, brincando com palhaços e fazendo pinturas faciais.

A iniciativa Cavaleiros do Céu decorre pela terceira vez em Portugal e foi organizada anteriormente, em 2008 e 2010, em Coimbra, com o apoio do Rotary Club de Pombal e de alguns patrocinadores.
Este ano, a iniciativa conta com o apoio dos Cavaleiros do Céu - doze pilotos que chegam a Portugal em seis aeronaves. Um encontro que será patrocinado e apoiado pelo Rotary Club de Crécy en Brie e pelo Lions Club de Montfermeil Coubron, da região de Paris (associações às quais pertencem os pilotos).
Estas instituições contam com o apoio de vários empresários portugueses emigrantes, que tornam estas experiências uma realidade, fazendo-o de forma totalmente voluntária, em França e agora em Portugal.

O Batismo de Voo efetuado pelos Cavaleiros do Céu vai envolver essencialmente crianças, mas também alguns adultos de instituições localizadas na região, nomeadamente: CRIF (Centro de Recuperação infantil de Fátima), CRIO (Centro de Recuperação infantil de Ourém), Centro de Apoio a Deficientes João Paulo II, de Fátima, CERCIPOM (Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas de Pombal), CRIT (Centro de Reabilitação e Integração Torrejano), assim como outras instituições do distrito de Leiria.

Vão ser realizados dois voos por hora, com a possibilidade de se desfrutar da experiência durante 20m no ar, sobrevoando a região de Fátima e sendo possível ver o Santuário, a Serra, entre outros pontos turísticos. Será um dia único e diferenciador e que irá ficar na memória de todos os presentes.

PROGRAMA:

Cavaleiros do Céu no Aeródromo de Fátima
Sábado, 28 de Junho de 2014

9,30h – Inicio dos Batismos de Voo
10,00h – Teatro Pombal
11,00h – Orquestra Típica de Ourém
12,00 – Almoço
14,00h – Coral Infantil da Ambo
15,00h – Orquestra da Ourearte
17,00h – Nel Monteiro
19,30h – Encerramento  

DURANTE TODO DIA:
Brincadeiras; Palhaços, Pinturas Faciais, etc. (gratuito)
Petiscos e Bebidas; Porco no espeto, Sopas, Doces, Sumos, Cerveja, etc. (o serviço de restauração terá o seu custo habitual, que irá ajudar à realização da iniciativa).