.

.

.

.

sábado, 20 de junho de 2015

O PCP em Alpiarça é um bastião que se vai desmoronando


Se o Dr. Rosa do Céu (ao tempo em que foi presidente) um dia escrevesse as suas memórias sobre quem lhe foi implorar um emprego para si ou para os seus haveria cada surpresa...


É natural que o PCP, partido que nem após o 25 de Abril teve o voto dos portugueses se sinta constrangido por alguns comentários de leitores que não só lêem a imprensa "capitalista" como também a dita "comunista".
Aqueles a quem de uma maneira questionável chama "ressabiados" é gente que nunca precisou de nenhum partido para fazer a sua vida honestamente nem precisar da bandeira do PCP para se afirmar profissionalmente.
Poderão muitos dos acoitados no PCP-Alpiarça dizer o mesmo?
É claro que não! Muitos que se abrigam debaixo do cogumelo do partido só o fazem porque o PCP em Alpiarça tem tido um bastião que se vai desmoronando e que tem proporcionado benesses à sua tropa de choque.
A maioria deles são tão comunistas como eu, comentador, sou do CDS-PP.
De certeza que se o CDS-PP fosse um partido maioritário em Alpiarça, que proporcionasse empregos e algumas situações de favor, assistiríamos aos grandes "comunistas" a mudar mais rapidamente de casaca que um bebé muda de fraldas.
Isso viu-se quando o Dr. Rosa do Céu foi presidente da câmara e teve mais pedidos de emprego (renegando o comunismo) do que pedidos de milagres dos fiéis em Fátima.
Se o Dr. Rosa do Céu (ao tempo em que foi presidente) um dia escrevesse as suas memórias sobre quem lhe foi implorar um emprego para si ou para os seus haveria cada surpresa...
Até políticos CDU, hoje com lugar de destaque na política alpiarcense foram de chapeuzinho na mão insinuar-se e "vender-se" em troca de um mero emprego na autarquia.
Mas podem os ditos comunistas continuar a atirar as pedras que quiserem. Elas estão a ser guardadas e quando for a altura exacta nenhum telhado "comunista" vai ficar intacto. Noticia relacionada:  "Os 90.000 euros que o executivo da CDU vai tirar à...":


4 comentários:

Anónimo disse...

Quem ler este poste , haverá talvez uma minoria que julgará que é verdade esta mentira. Um militante comunista, organizado repudia esta mentira.

Anónimo disse...

Vivo já na 4ª idade 76 anos, Esta cantiga fascizante sempre a ouvi durante a minha vida, afinal eles ainda cá estão e de muita saúde, em Alpiarça noutros tempos antes do 25 Abril de 1974 os que diziam isto eram os " bufos" e então se haviam poucos eram uns em cima dos outros. Agora são os " RESSABIADOS" que herdaram a mesma lenga,

Anónimo disse...

Ò sr. comentador das 11:29, "bufos" existem agora e vigiam quem fala com quem, com quem os trabalhadores da câmara falam. E olhe que não sou eu a dizer. Já tivemos a prova PÚBLICA numa reunião de câmara numa intervenção de um reconhecido militante do PCP que se mostrou indignado por um cidadão e CONTRIBUINTE abordar os funcionários da limpeza para perguntar qualquer coisa. E sr. comentador, se a referida personagem fosse funcionário da Câmara até se poderia de certa forma admitir aquela "bufaria" que se tornou pública e que foi uma amostra do que seriam as relações dos modelos comunistas com os trabalhadores. Felizmente que não são poder a nível nacional e assim todos temos mais liberdade e dormimos mais descansados. Isso sim... são atitudes fascizantes, ou melhor, social-fascistas. Apregoam amplas liberdades mas só para quem "amoche" sob o jugo comunista. Os que não o façam terão de viver em ditadura, com bufos, campos de reeducação, perseguições e demais "liberdades" que os regiumes comunistas impõem á população. Ditaduras vermelhas ou de qualquer outra côr? NÃO OBRIGADO!

António Jorge disse...

Falem com o João Paulo Leal, que ele explica...