.

.

.

.

terça-feira, 30 de junho de 2015

EXEMPLOS DO QUE SE NÃO DEVE FAZER PARA LAVAR CONTENTORES


 ISTO SÃO FOTOS DOS EXEMPLOS DO QUE SE NÃO DEVE FAZER PARA LAVAR CONTENTORES. UMA COISA É DESINFECTÁ-LOS POR PULVERIZAÇÃO (COM UM PULVERIZADOR E NÃO COM UMA MÁQUINA À PRESSÃO DE GRANDE DÉBITO) NO LOCAL OUTRA É LAVÁ-LOS E DEIXAR PORCARIA NO CHÃO E O PIVETE EM PLENO VERÃO
Estive a ver com cuidado as imagens disponibilizadas pelo Sr. Presidente da Câmara sobre a lavagem dos contentores e pergunto-me se o Sr. Presidente acha que este é um trabalho que se faça, se tem o apoio e concordância dos serviços de veterinária do município, dos serviços de higiene e ambiente e do próprio encarregado dos serviços de limpeza.
Ou seja, concretamente, se é higiénico lavar contentores em plena rua e deixar o "esterco" no chão à porta dos contribuintes, ou se isso não é motivo para uma queixa nas autoridades respetivas?
Que fez a câmara ao reboque onde transportava os contentores para serem levados no estaleiro, ou é para poupar trabalho, mas fazer esterco?
Só para dizer também que estavam quatro a trabalhar e quatro a ver.
Noticia relacionada:"Presidente da Câmara assiste à lavagem dos conte...": 

6 comentários:

Anónimo disse...

Aconselho o sr. presidente e o seu Gap e acrónimos a pesquisarem no Google por imagens de lavagem de contentores para verem como se faz noutras câmaras, onde as pessoas usam equipamentos adequados e fazem-no em locais apropriados.

Em nenhuma delas se vêem eleitos ou membros do GAP a fazerem "folclore" com os sapatos molhados para aparecerem nas fotografias, como é hábito aqui por Alpiarça.

Para acabar, era para perguntar ao senhor presidente se é suposto partilhar os trabalhos que são feitos na câmara, com toda a gente, fazendo-o do site da câmara ou apenas com os que são seus amigos no facebook?

Era bom ver o exemplo, de entre dezenas, de uma camara bem conhecida que partilha com os seus munícipes o mesmo trabalho e não o faz apenas para os amigos: http://www.cm-celoricodabeira.pt/actualidade/noticias/Paginas/limpeza-de-contentores-2013.aspx

Nós sabemos que o sr. presidente adora que os seus bajuladores ponham lá uns "gosto" ou uns comentários animadores na sua pagina onde adora passar o dia e que o Ego e o Narcisismo do sr. presidente é maior do que manda o bom senso.

Anónimo disse...

De que serve o dinheirão que a CMA paga anualmente com a avença ao técnico de Higiene e Segurança no Trabalho se não se vêem as mais elementares medidas nesta lavagem de contentores na via pública.
Desde trabalhadores sem qualquer protecção biológica, até ao atentado ecológico das águas irem sem qualquer tratamento para a rede pública pluviométrica, em vez de ir pela rede de esgotos para a ETAR; vê-se ali de tudo até um Presidente a assistir a isto tudo.

http://www.zerozero.pt/ disse...

Eles que aprendam com os bons exemplos de outras câmaras CDU como Vidigueira, Grândola, Benavente, Constância etc etc e não queiram ser Estalinistas e orgulhosamente sós, porque já provaram que são ignorantes todos os dias: http://www.distritonline.pt/grandola-mais-limpa-o-municipio-esta-a-proceder-a-lavagem-e-desinfecao-dos-contentores-do-lixo/

Temos tantos exemplos por esse país fora de excelentes câmaras da CDU e porque é que aí em Alpiarça só escolhem os piores de entre os piores?

Não são capazes de fazer uma visita a estas câmaras exemplares e tentarem copiar o que se faz de bom e bem por estes lados?

Como Grandolense e comunista tenho vergonha desses meus "camaradas".

Anónimo disse...

Sempre que vemos estas atitudes dos nossos políticos, palavra que ficamos tristes. É evidente que se as atitudes fossem espontâneas e não para a fotografia, seria um acto de louvar. Assim, a atitude é suspeita e deixa sérias dúvidas quanto à sua verdadeira intenção e originalidade.
Fala-se na defesa do ambiente, na lavagem dos contentores etc. só que parece estar-se a omitir propositadamente algumas causas que contribuem a olhos vistos para o agravamento dos maus cheiros dos contentores públicos espalhados por Alpiarça. Apesar de muita gente contestar e o Jornal Alpiarcense ter aqui abordado largas dezenas de vezes essa situação, a mesma parece ser tabú para os políticos locais, como o caso dos "ciganos romenos".
Será um acto normal e de reconhecido asseio público que um cidadão, que é visto por centenas de outros cidadãos que vivem na Vila de Alpiarça, ande de contentor em contentor com ganchos e forquilhas a remexer e a retirar do seu interior aquilo que outros cidadãos com consciência cívica lá colocaram com todo o cuidado? Vejamos esta cena prática e real: Uma família esteve a amanhar peixe, aves ou seja o que for, e colocou em saco hermeticamente fechado no contentor, as vísceras desse peixe ou aves, restos de comida etc. Se alguém for romper propositadamente esse saco para ver se o produto é do seu agrado, o que acontecerá? Logicamente todo o seu conteúdo será derramado pelo contentor e, a possibilidade de os maus cheiros aumentarem é evidente para qualquer ser pensante. Se considerarmos que o acto foi praticado, por exemplo, a uma sexta-feira à tarde, é fácil imaginar o cheiro nauseabundo que os utentes têm de suportar até à nova recolha do lixo de segunda-feira.
Senhor presidente da câmara, senhor vereador do pelouro dos Serviços Urbanos e Limpeza, senhores vereadores da oposição: Pedro Gaspar e Francisco Cunha, tenham a coragem pessoal e política de equacionar este PROBLEMA, que não é de hoje e está directamente relacionado com as discussões a que temos assistido nos órgãos institucionais e meios de comunicação. São problemas que podem ser minorados atacando as causas e que, não o fazendo, absorvem inevitavelmente e de modo inglório o dinheiro dos nossos impostos! Olhar para os efeitos sem tomar em atenção as causas, não nos parece boa política. Não nos parece ser a melhor forma de gerir, no momento presente, os parcos recursos públicos que temos.

F.M

António Jorge disse...

Esta terra qualquer dia é uma ilha...

Anónimo disse...

Este texto de FM que fala das limpezas dos contentores e possíveis causas do agravamento dos cheiros insuportáveis dos mesmos, começa a ser "viral" em várias páginas das redes sociais. Será que há aqui fudamentação válida que muitos não querem aceitar por alguma razão? Ou a teoria aqui desenvolvida não tem importância nenhuma nos cheiros exalados dos ditos contentores que tanto incomodam a população e bem assim o presidente da câmara de Alpiarça?
Vamos esperar para ver a reacção dos responsáveis autárquicos perante estes argumentos.